6 de dezembro de 2010

Milagre alvinegro, mas com ressalvas

Quando o técnico Vanderlei Luxemburgo foi demitido do Atlético, após a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o aproveitamento do time na competição era de pouco mais de 29%. O pior desde 2003, quando começou a era dos pontos corridos. Com a chegada de Dorival Júnior, que assumiu logo na rodada seguinte, o time saltou para um aproveitamento impressionante e terminou o campeonato com o desempenho de equipes que brigavam pelas três primeiras posições (57,1%). Assim, o treinador conseguiu tirar o Atlético do rebaixamento que parecia certo.

No entanto, desde o início do Campeonato Brasileiro por pontos corridos, o melhor aproveitamento do Atlético foi justamente na primeira edição. Naquele ano, o time comandado por Celso Roth conquistou 52,1% dos pontos disputados. Depois disso, as campanhas do Galo não passaram dos 50% dos pontos obtidos. Em 2004, foi 38,4%. Em 2005, ano do rebaixamento, o time conseguiu 37,3% dos pontos. Em 2007, 48,2%. Em 2008, 42,1%. Em 2009, novamente com Celso Roth no comando, o time voltou a fazer um bom aproveitamento (o segundo melhor) com 49,1%.

Este ano, mesmo com a surpreendente arrancada nas últimas rodadas – o que deixou o clube no 7º lugar na classificação do returno – o Atlético ficou com 39,4% dos pontos disputados. Foi a terceira pior campanha do time na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro. O atleticano pode e deve comemorar a permanência na Série A, mas deve repensar a campanha de uma equipe que foi montada com o propósito de lutar por títulos.

Fábio Rocha é estagiário do programa Meio-de-Campo.

Charge do Duke


www.dukechargista.com.br

5 de dezembro de 2010

A promessa de Cerezo a Dorival Júnior

Cerezo prometeu no Meio-de-Campo fazer uma estátua de Dorival Júnior, caso o time escapasse da série B.
Como bom pagador, ele foi até a Cidade do Galo. Agradeceu a Dorival em nome de todos os atleticanos e o técnico do Galo o livrou do compromisso. Quem acabou pagando a promessa de Cerezo foi o chargista Duke www.dukechargista.com.br
Confira!

video

2 de dezembro de 2010

Com certeza ele ouviu: "vai se 'Qatar"!

Já é de conhecimento que o Qatar será a sede da Copa 2022. A esperança é de ver mais um país se desenvolver no esporte. Algo que pode não acontecer, já que existe uma promessa do legado (estádios) ficar para os países africanos. É que a organização da Copa no Qatar vai disponibilizar os estádios aos países africanos, uma vez que não há e nem deverá haver demanda pelo futebol do Qatar. A gente só espera que o nível do futebol por lá melhore. Ou você não se lembra do lance do jovem atacante Khalfan Ibrahim que joga no Al Saad no Qatar.

video

João Paulo Ribeiro é produtor do Meio-de-Campo.