28 de fevereiro de 2010

O curling é uma caixinha de surpresas

Equipe da Suécia que conquistou a medalha de ouro

Canadá e Suécia disputaram, no último sábado, a final olímpica feminina do curling nos Jogos de Vancouver. Foi a melhor partida de curling que já vi.

Tudo bem, tenho que admitir, foi a única, mas serviu para formar minha opinião sobre este esporte que, até então, desprezava.

Aliás todos parecem desprezar o curling, chamado aqui e ali de o esporte mais chato do mundo. O velho e ruim preconceito contra o desconhecido.

O esporte é jogado com quatro jogadores, que se alternam deslizando um granito de 20 quilos por uma pista de 44,5 m de gelo enquanto dois varredores escovam o gelo freneticamente para que a pedra mude sua trajetória ou vá mais longe.

Os detratores preferem ridicularizar a atuação dos varredores. É, realmente eles parecem duas faxineiras estressadas querendo terminar logo o serviço para não perder o ônibus. Mas isso é só uma primeira impressão.

O curling é um esporte de estratégia, mas diferentemente do xadrez, já que é chamado de xadrez do gelo, ele dá a você,um mero telespectador, o direito de conhecer a estratégia antes que a jogada seja feita.

Os atletas do curling também são diferentes. Na final feminina, as jogadoras da Suécia e do Canadá eram senhoras de 40 anos, fornidas, como Anette Norberg - a estrategista sueca que decidiu o jogo e a medalha de ouro.

Anette Norberg beija Eva Lund após conquista do ouro


O astro canadense Kevin Martin, tem a fama de melhor jogador do mundo, mas se parece, no máximo, com um gerente de banco. No jogo que valia a medalha de ouro contra a Noruega ele fez a pedra traçar curvas inimagináveis no gelo.


O canadense Kevin Martin o melhor jogador do mundo


As partidas decisivas tiveram emoção, heroísmo, reviravoltas no placar e decisão na última jogada, todos os ingredientes dos esportes tradicionais.

É o surpreendente curling.


Túlio Ottoni é Diretor de Jornalismo da Rede Minas.

26 de fevereiro de 2010

Palpites para a 7ª rodada

Ituiutaba x Cruzeiro, sábado, 17h, em Ituiutaba.

Não é de hoje que o Boa está demonstrando um futebol abaixo da média. Lanterna do Campeonato Mineiro, o time ainda não venceu na competição. Com titulares ou reservas, a Raposa deve garantir os três pontos e conquistar sua primeira vitória na história jogando na Fazendinha.

Ipatinga x Amética-TO, sábado, 21h30, em Belo Horizonte.

O Tigre lidera o Estadual com méritos. Empatou com o Atlético e derrotou América e Cruzeiro em pleno Mineirão, além de golear o então líder Democrata, em Governador Valadares. Não deve ter dificuldade para vencer o Dragão do Corcovado - que ainda não sabe o que é vencer no Módulo I.

Democrata-GV x Tupi, domingo, 16h, em Governador Valadares.

A Pantera foi goleada pelo Ipatinga e perdeu a liderança, mas tem um bom time e joga diante de sua torcida. O Galo Carijó também vem bem na competição, tem o artilheiro Ademílson e pode complicar mais a vida do Democrata. Qualquer resultado seria normal, mas pelo equilíbrio aposto no empate.

Villa Nova x Uberaba, domingo, 16h, em Nova Lima.

Confesso que esse Leão me surpreendeu, mas ainda não tenho total confiança nele. Apesar das três vitórias seguidas, vai encarar um Zebu motivado pela vitória na estréia da Copa do Brasil e pela boa campanha no Campeonato Mineiro. Acredito mais no Uberaba.

Uberlândia x Atlético, domingo, 17h, em Uberlândia.

A situação do Verdão é desconfortável. Com apenas uma vitória em seis jogos, a equipe está perto demais da zona de rebaixamento. Será a estréia do técnico Evair no comando (uma incógnita), mas o Galo tem mais futebol e por isso tem tudo para voltar a BH com a vitória. De olho em Obina e Diego Tardelli!

América x Caldense, domingo, 19h30, em Belo Horizonte.

Jogo duro... de assistir. O Coelho que me perdoe, mas o time não é nem sombra daquele que foi campeão da Série C. Espero que, após uma semana de trabalho, Mauro Fernandes tenha melhorado isso e superado o problema com o goleiro Flávio. A Veterana deve ser mera coadjuvante.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

25 de fevereiro de 2010

Quem é Diego Souza?

No ano passado o gol do palmeirense Diego Souza, na vitória sobre o Atlético no Palestra Itália, pelo Campeonato Brasileiro, teve enorme destaque.

Tá, foi um lance difícil. Ele teve mesmo a intenção de acertar o gol, mas o lance contou mais com a sorte do que com a técnica do jogador.

Golaço mesmo foi o do goleiro Lolo Soler, do modesto Ronda contra o Atlético Mancha Real, em partida válida pela 3ª Divisão, Grupo IX, da Espanha.



Tudo bem que o goleirão adversário vacilou, mas a jogada é, para mim, muito mais legal do que aquela do Palmeiras contra o Galo. Acho que só os cruzeirenses vão discordar...

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

Bola dentro, Luxemburgo!

O técnico Vanderlei Luxemburgo não escondeu sua irritação com os árbitros de futebol nas últimas semanas.

Criticou André Luiz Martins Dias Lopes após o empate em 2 a 2 com o Uberaba - principalmente pela expulsão do zagueiro Cáceres.

Não poupou críticas à Renato Cardoso Conceição e ao auxiliar Jair Albano Félix depois do clássico do último sábado (20) - por motivos exaustivamente já discutidos neste Blog.

Mas ontem o treinador demonstrou como o torcedor deve se comportar nos momentos em que a paixão pelo time do coração ultrapassa os limites da razão.

Luxemburgo repudiou ameças de alguns torcedores. Foto: Globoesporte.com

Em sua entrevista coletiva após a goleada por 7 a 0 sobre o Juventus-AC, pela Copa do Brasil, o comandante alvinegro disse:

"Uma coisa é você fazer uma crítica ao profissional. Eu critiquei muito a arbitragem do clássico, não o ser humano. Acho que eles mereceram a punição, mas sou solidário com o ser humano. Não gostei nada de saber que algumas pessoas foram à forra contra a filha dele. Se o torcedor do Atlético acha que queremos isso, está enganado. Queremos o apoio, a crítica ao profissional. Quando parte para o lado pessoal é muito ruim".

Vanderlei Luxemburgo se referiu às ameaças que Jair Albano Félix e seus familiares sofreram após a partida contra o Cruzeiro.

Obrigado, Luxa! Sua postura bate com uma das propostas que comentei na terça-feira (23), aqui mesmo no Blog do Meio-de-Campo, sobre a conscientização dos torcedores.

A caminhada ainda é longa, mas a luta continua...

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

24 de fevereiro de 2010

O Banco e os rivais (ou: Quem é vivo, sempre aparece)

Parece notícia velha, mas não é.

O Banco em questão é o BMG - de propriedade de Ricardo Guimarães. E ao contrário do que se possa imaginar, os rivais não são Atlético e Cruzeiro.

Mamoré e URT - principais times da cidade de Patos de Minas, no Alto Paranaíba - devem, em breve, acertar um contrato com o mesmo patrocinador dos grandes da capital e do América.

As negociações começaram nesta quarta-feira (24), através do ex-presidente do Atlético, Ziza Valadares. A expectiva é de que o acordo seja fechado dentro de uma semana.

Ziza Valadares não revelou valores e disse que está apenas intermediando o negócio, a pedido de um deputado.

As informações são do site AG Esporte, do meu amigo Adamar Gomes.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

23 de fevereiro de 2010

A palavra final...

...deve ser a da Comissão de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol. E ela se pronunciou hoje a respeito das polêmicas do último clássico entre Atlético e Cruzeiro.

O presidente da Comissão, o professor Jurandy Gama Filho, enumerou os erros do trio de arbitragem formado por Renato Cardoso Conceição, Guilherme Dias Camilo e Jair Albano Félix.

Eles serão apresentados a seguir, não necessariamente por ordem de importância:

1º - Diego Tardelli estava impedido no lance do gol do Atlético e participou da jogada;

2º - Jairo Campos deveria receber o cartão amarelo por cobrir o rosto com a camisa na comemoração;

3º - O gol mal anulado de Diego Tardelli;

4º - O pênalti não marcado de Leonardo Silva sobre Muriqui;

5º - Falta de Kléber em Werley não marcada. O cruzeirense merecia cartão amarelo - seria o segundo dele no jogo;

6º - Agressão de Werley em Kléber deveria ser punida com cartão vermelho;

7º - Pela sequência de faltas, Leonardo Silva deveria ter recebido ao menos um cartão amarelo;

8º - Marquinhos Paraná também exagerou no número de faltas cometidas, sem ser advertido;

9º - Jonílson chegou a receber um cartão amarelo e fez por merecer o segundo, porém acabou não sendo expulso;

Por tudo isso o trio de arbitragem acabou afastado pela Federação Mineira de Futebol. Por tempo indeterminado - para o deleite de Alexandre Kalil.

Não sou dono da verdade e não estou tomando partido de nenhum dos lados nesta polêmica. Mas é preciso considerar alguns fatores.

Renato Cardoso Conceição apitou um clássico pela 1ª vez. Estava nervoso? Não sei, mas acredito que isso pode ter influenciado.

Não existe ninguém no mundo que nunca tenha errado. E minha mãe já me dizia que "errar é humano, mas perdoar é divino".

Jair Albano Félix - responsável por invalidar o gol do Atlético - recebeu ameaças. Isso não é certo e deve ser muito mais repudiado do que um impedimento mal marcado.

Árbitros e auxiliares continuarão se equivocando, ainda que a profissão seja regularizada. O que pode acontecer um dia é a diminuição da quantidade de erros.

Os torcedores - nesse caso, os do Atlético - devem parar de transferir a responsabilidade da derrota para a arbitragem, mesmo quando há motivos para isso. Concordo que o Galo foi prejudicado, mas por que ninguém reclama também das oportunidades desperdiçadas por Muriqui ou das falhas de posicionamento da defesa nos lances de bola parada que resultaram nos gols cruzeirenses? Aliás, eles também foram prejudicados - ainda que em menor proporção.

Torcer não é uma ciência exata. É amor, paixão. É ainda, muitas vezes, incompreensível. Mas existem limites que não podem ser ultrapassados.

Sonho com o dia em que todos serão compreensíveis e moderados ao fazer uma crítica. Não digo para ninguém parar de reclamar ou cobrar por acertos. Peço apenas que o façam com dignidade, sem violência e com respeito.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

22 de fevereiro de 2010

Charge Duke (Atlético 1x3 Cruzeiro)

Análise da 6ª rodada

Tupi 3x0 Ituiutaba.

Já era esperada a vitória do Galo Carijó. Destaque para o artilheiro Ademílson, que voltou a balançar as redes depois de passar duas rodadas em branco. O Tupi segue firme, em 4º lugar na tabela, com um ponto a menos do que o novo líder - Ipatinga. O Boa ainda tem seis jogos para disputar, mas parece fadado à cair depois de seis anos no Módulo I.

Atlético 1x3 Cruzeiro.

Um clássico muito equilibrado. O Galo teve muitas oportunidades, mas não soube aproveitá-las. Reclamou corretamente da arbitragem, mas "esqueceu-se" de comentar o erro que resultou no único gol do time. A Raposa não chegou tanto ao ataque quanto o rival, porém foi mais eficiente e mereceu a vitória. Destaque para a excelente estréia de Roger.

Caldense 1x1 Uberlândia.

Jogo de duas equipes que brigam para não cair. A Veterana se superou e evitou a derrota na estréia do técnico Paulo César Catanoce, só que ainda está na zona de rebaixamento e segue sem vencer. O Verdão não aproveitou o confronto direto contra outro candidato à queda, mas ainda terá outras oportunidades. O empate não surpreendeu tanto.

Uberaba 3x2 América-TO.

A vitória do Zebu não foi fácil. Saiu na frente, levou a virada, e recuperou-se com dois gols em menos de dois minutos. Destaque para o golaço de Miller (o segundo do Dragão do Corcovado) e André Nascimento (autor do gol da vitória). Apesar do triunfo, o Uberaba ainda não mostra força para ir longe. O time do Vale do Mucuri segue sem vencer, preocupando a torcida.

América 1x2 Villa Nova.

Resultado surpreendente. O Leão do Bonfim está tirando leite de pedra e com três vitórias seguidas praticamente afastou o risco de ser rebaixado. Méritos do técnico Flávio Lopes. Já o Coelho, que decepção... É preciso esperar para ver o que Mauro Fernandes fará para melhorar o futebol do time. E nada de se arrepender da demissão do Marco Aurélio!

Democrata-GV 1x4 Ipatinga.

O triunfo garantiu ao Tigre a liderança do Campeonato Mineiro. A vitória no clássico regional é normal. Pelo placar que foi, não. Que fase vive o Ipatinga! Se deu bem contra os adversários mais fortes do Estadual e agora pega os teoricamente mais fracos. Continua candidato ao título. E a Pantera não precisa abaixar a cabeça, porque também tem um bom time.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

21 de fevereiro de 2010

Imagens do Clássico

Leonardo Silva cabeçou...

E comemorou...

Já Roger inovou...

Carini buscou...
Luxemburgo? Este apelou!!!
Fotos: DuduMacedo

20 de fevereiro de 2010

Líquido, certo e cristalino

No primeiro tempo o Atlético teve cinco escanteios seguidos a seu favor. Em nada resultou. Em dois escanteios a seu favor, o Cruzeiro decidiu o jogo. Foi mais eficiente. O gol de Roger foi o símbolo da superioridade do Cruzeiro sobre o Atlético. O Cruzeiro deu sorte? Deu, mas a sorte sempre acompanha os melhores. Luxemburgo vai colocar a culpa na arbitragem que errou ao anular um gol do Atlético. Mas a verdade é que há uma diferença de qualidade entre Cruzeiro e Atlético como nunca antes no futebol mineiro. O Cruzeiro parece pronto e lapidado. O Atlético está se reconstruindo. Deu a lógica.

Primeiro tempo. Atlético 1 X 1 Cruzeiro. Atlético melhor.

Termina o primeiro tempo do clássico. O atlético está superando algumas limitações e jogando melhor. O lance de Tardelli e Leonardo Silva foi emblemático. O Atlético ataca bem e o Cruzeiro se defende bem. Muriqui e Jairo Campos foram os destaques do Galo. Fábio e Henrique os do Cruzeiro. Vamos para o Segundo Tempo.

Clássico com favorito

Meia hora para o jogo. E, na falta de algo mais inspirado, vou lançar mão de um clichê : a tradicional comparação jogador com jogador de Atlético e Cruzeiro.
vamos lá:
Carini e Fábio . Cruzeiro 1 X 0 Galo.
Coelho e Jonathan . Cruzeiro 2 X 0 Galo.
Werley e Gil . Empate. Cruzeiro 2 X 0 Galo.
Jairo Campos e Leonardo Silva. Outro empate. Cruzeiro 2 x 0 Galo.
Leandro e Diego Renan . Cruzeiro 3 x 0 Galo.
Jonilson e Eli Carlos. Cruzeiro 4 X 0 Galo.
Correa e Henrique. Cruzeiro 5 x 0 Galo.
Ricardinho e Marquinhos Paraná . Cruzeiro 6 X 0 Galo.
Tardelli e Gilberto. Cruzeiro 6 X 1 Galo.
Renan Oliveira e Kléber. Cruzeiro 7 x 1 Galo.
Muriqui e Tiago Ribeiro. Cruzeiro 7 x 2 Galo.
Luxemburgo e Adilson. Cruzeiro 7 x 3 Galo.

É isso. Cruzeiro é o grande favorito para o Clássico.

19 de fevereiro de 2010

Palpites para a 6ª rodada

Tupi x Ituiutaba, sábado, 17h, em Juiz de Fora.

O Galo Carijó tropeçou na rodada passada, mas tem um bom time. Por isso acredito que o Tupi - do artilheiro Ademílson - tem tudo para sair vitorioso diante de sua torcida. Até porque, pelo o que vi até agora do Boa, não dá para esperar muito da equipe visitante.

Atlético x Cruzeiro, sábado, 17h, em Belo Horizonte.

Não é fácil arriscar um palpite quando Galo e Raposa se enfrentam. De um lado Luxemburgo, Carini, Ricardinho, Tardelli, Obina e Muriqui. Do outro Adílson, Fábio, Jonathan, Gilberto, Kléber e o recém-chegado Roger. O Cruzeiro parece mais forte no momento. Parece...

Caldense x Uberlândia, domingo, 16h, em Poços de Caldas.

A Veterana ainda não venceu, mas a chegada do bom técnico Paulo César Catanoce traz esperanças. O Verdão, apesar das últimas derrotas, tem potencial para ficar entre os oito primeiros. Tem que aproveitar os confrontos diretos - como esse. Aposto no Uberlândia.

Uberaba x América-TO, domingo, 16, em Uberaba.

O Zebu arrancou um grande empate contra o Atlético, na rodada passada. Merece respeito. Até porque, joga em casa. Tem um grande atacante - André Nascimento. O Dragão ainda busca a primeira vitória no Módulo I, mas acho que não será dessa vez.
Negrito
América x Villa Nova, domingo, 17h, em Belo Horizonte.

Com Mauro Fernandes, o Coelho tenta acordar no campeonato. O ataque é o maior problema desde a saída de Bruno Mineiro. Em compensação, o Leão tem uma equipe limitada. Fora de casa encontra dificuldades para jogar. Sou América, mas não descarto o empate.

Democrata-GV x Ipatinga, domingo, 18h30, em Governador Valadares.

Depois do Clássico, é o grande jogo da rodada. Os dois primeiros colocados na tabela e a rivalidade Leste x Vale do Aço. O equilíbrio deve marcar o encontro e qualquer palpite seria puro "achismo". De olho em Eraldo (da Pantera) e Luizinho (do Tigre).

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

18 de fevereiro de 2010

Sobre protestos e demissão...

Já foi encaminhada à Conmebol o protesto do Cruzeiro sobre a arbitragem do uruguaio Martín Vazquez na derrota por 2 a 0 para o Vélez Sarsfield, em 10 de fevereiro, na estréia das equipes na fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Martín Vazquez (C): contestado por cruzeirenses. Foto: AFP Photo

A princípio concordei com as reclamações celestes sobre a expulsão de Gilberto, mas o ex-árbitro Juliano Lopes Lobato disse, durante o programa Meio-de-Campo do domingo passado, que o jogador não pode ser isento de culpa.

Segundo Lobato, "o fato de ter acompanhado a trajetória da bola até o momento do choque não diminui a irresponsabilidade de erguer demais a perna e, consequentemente, acabar atingindo o adversário".

O ex-árbitro lamentou ainda a falta de critérios de Martín Vazquez, que não expulsou jogadores argentinos quando deveria ter cumprido a regra. De qualquer forma, continuo achando que o Cruzeiro foi prejudicado e deve mesmo protestar.

E quem também está protestando é a torcida do América. O time conquistou apenas cinco pontos em 15 disputados. As derrotas para Tupi e Ipatinga - ambas no Mineirão - foram a gota d'água.

Marco Aurélio não é mais treinador do Coelho. Foto: Globoesporte.com

A diretoria agiu rápido e já confirmou a saída de Marco Aurélio do comando do time. Não gostei quando ele foi contratado, mas também não acho que ele seja o maior culpado.

A venda de Bruno Mineiro para o Atlético-PR às vésperas da estréia no Estadual comprometeu o ataque do time, que errou ainda mais em contratar Fábio Júnior e Joãozinho.

Mas o ex-treinador tem culpa sim por não conseguir dar sequência ao trabaho de Givanildo Oliveira, mesmo tendo em mãos a base da equipe campeã brasileira da Série C.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

Análise da 5ª rodada

Uberlândia 2x3 Democrata-GV

A Pantera - do bom técnico Moacir Júnior - chegou à quarta vitória em cinco jogos. Segue invicta, mais líder do que nunca. Foi um jogo equilibrado, mas ruim para o Verdão. A derrota em casa deixa a equipe na briga para não cair. O lado bom é que ainda terá confrontos contra times na mesma situação - como Caldense, América-TO e Ituiutaba.

Villa Nova 1x0 Tupi

Em casa, o Leão costuma dar trabalho - mesmo quando não está bem. Resultado normal, apesar do Galo Carijó ter mais time. Foi uma vitória da raça, não da técnica. Creio que a equipe de Flávio Lopes terá problemas quando sair de Nova Lima. Já os comandados de Leonardo Condé não precisam se preocupar: o grupo é bem treinado e tem potencial para chegar na semifinal.

América 2x3 Ipatinga

O Coelho vai de mal a pior, apesar de ter um elenco de razoável pra bom. Marco Aurélio não ganhou substitutos à altura para Bruno Mineiro e isso pode estar pesando. Aém disso, o time parece "manco", sem apoio pela direita. Não posso, contudo, desmerecer o Tigre - jogou direitinho e mereceu a vitória. Tem mostrado um futebol bom e eficiente. É candidato ao título.

América-TO x Atlético e Cruzeiro x Uberaba foram adiados para o dia 3 de março, às 19h30 e 21h50, respectivamente. Já Ituiutaba x Caldense só será realizado em 24 de março, ás 20h.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

17 de fevereiro de 2010

Cruzeiro na Libertadores

Colo-Colo 1x0 Deportivo Itália. Foto: La Nación

Assisti ao segundo tempo de Colo-Colo e Deportivo Itália - duas equipes do Grupo 7 da Libertadores, o mesmo em que está o Cruzeiro. Pelo o que vi, os favoritos no grupo são Vélez e o time da Toca.

O Cruzeiro enfrenta o Colo-Colo na próxima quarta-feira, no Mineirão. Entra como favorito, mas Libertadores é Libertadores e todo cuidado é pouco. O time chileno tem um bom toque do meio para frente e chega a ser mais perigoso quando a bola está nos pés do meia Macnelly Torres ou do atacante Paredes, autor do gol que deixou o Colo-Colo na segunda posição do grupo. Paredes que foi artilheiro do Apertura 2009, com 17 gols.

O Cruzeiro é mais time tecnicamente e taticamente, o que pode pesar nesse jogo, como toda partida de Libertadores, é o desejo de ser o melhor da América. Lembrando que somente uma equipe se classifica em cada grupo, mais os seis melhores segundos colocados.

João Paulo Ribeiro é produtor do Meio-de-Campo.

16 de fevereiro de 2010

Jogo de "damas"!!!


Luxemburgo ainda não conseguiu montar um time para as disputas dos campeonatos. É bem verdade que ele começou o trabalho a menos de 50 dias. Só que o treinador já se utiliza de um artifício que o torcedor não engole mais. A idéia de que Cáceres não tinha que receber o segundo cartão amarelo, e que isso prejudicou o esquema do Atlético, é facilmente rebatida. O ex-árbitro Juliano Lopes Lobato foi muito feliz quando, no Meio-de-Campo do último domingo, disse que bastava o técnico mostrar as imagens para Wágner Tardelli, outro ex-árbitro e que trabalha como auxiliar de Luxemburgo.

Luxemburgo ainda falou que “futebol não é um jogo de damas, que não pode ter choque. Se as mulheres se chocam, imaginem os homens.” Só que o contato ao qual ele se referia mais parecia o de outro esporte - o Tae Kwon Do, que diga-se de passagem, também é praticado por "damas".

Argumento machista e também utilizado pelo técnico do Cruzeiro, Adilson Batista ao falar da expulsão de Wellington Paulista. “Futebol tem choque, futebol é para homem.” Lembrando que Paulista levou o primeiro cartão por ter subido no alambrado. Algo que eu nunca vi as mulheres fazerem em uma partida de futebol! Será que é por isso que futebol é para homem?

O chefe da arbitragem em Minas, Jurandy Gama Filho, rebateu as críticas: “Eu acho que precisamos esclarecer melhor as regras para os atletas. Não tinha necessidade nenhuma do atleta do Cruzeiro ir comemorar (subindo no alambrado). Isso é por falta de informação. Então eu peço a todos que tenham o entendimento que o árbitro não tem que estar pensando se é jogo pra homem, pensar no esquema do treinador, se vai alterar, se não vai alterar. Acho que o árbitro tem que estar ali aplicando as regras.”

No próximo sábado teremos Atlético e Cruzeiro e veremos quem será mais “macho” nesse clássico.

João Paulo Ribeiro é produtor do programa Meio- de-Campo

9 de fevereiro de 2010

"Para" pensar!!!


A jogada é a seguinte: um jogador de muita habilidade recebe a bola e fica de frente para o goleiro. Desesperado, o dono da pequena área sai em direção ao atacante, que finge que vai chutar e não chuta. O goleiro cai e com isso o jovem de muita habilidade vai passando até que, uma mão com luvas o derruba, antes de fazer o gol. Os comentaristas diriam: “Uma jogada brilhante, que só não terminou em gol porque o goleiro teve que apelar para a falta”. Falta dentro da área é pênalti.

O atacante vai para a cobrança. No momento em que vai bater na bola, ele dá continuidade ao que tinha feito. Finge que vai chutar. Goleiro de um lado, bola do outro.

Agora, os comentaristas dizem: “Covardia com o goleiro essa tal de paradinha. Um artifício antidemocratico, antidesportista, antifutebol, atipático, antiETC...” Será mesmo?

João Paulo Ribeiro é produtor do programa Meio-de-Campo.

8 de fevereiro de 2010

Charge Fidusi

Análise da 3ª Rodada

Tupi 5x1 Caldense

Já era esperado uma vitória do Galo Carijó, mas cinco gols foi demais! O artilheiro Ademílson vem atuando bem não é de hoje. O Tupi vai dar trabalho ainda à Cruzeiro, América e Ipatinga, como deu ao Atlético. Sinal de alerta ligado na Veterana.

Cruzeiro 4x2 Villa Nova

Mesmo com os reservas, a Raposa atropelou o Leão. Sem cansaço e mais concentrados, os jogadores celestes mereceram o resultado. Sobre o Villa: não é de hoje que eu acho que o time é candidato ao Módulo II.

Uberlândia 4x1 Uberaba

Pelo o que eu tinha vista do Verdão, não esperava por isso. Ainda mais em um clássico! E não dá pra dizer que o Zebu foi prejudicado pelas expulsões. Parabéns ao técnico Luis Carlos Cruz.
O Uberlândia venceu com méritos.

Ituiutaba 1x2 Democrata-GV

Pra mim, outra surpresa. Não por causa da Pantera - que lidera o Estadual com méritos - mas é porque esperava mais do Ituiutaba. O começo para o Boa não está tão bom assim. Destaque para o golaço de Eraldo (de bicicleta) e o técnico Moacir Júnior, do Democrata-GV.

América-TO 0x0 América

Não fosse por um erro de arbitragem, o Dragão do Corcovado poderia ter vencido sua primeira partida no Módulo I. Mas foi um jogo equilibrado. Graças aos goleiros Fábio Noronha (América-TO) e Flávio (do Coelho) o placar ficou 0 a 0 mesmo.

Atlético 1x1 Ipatinga

Esperava dificuldades para o Galo, mas não tanto. O Tigre deu muito trabalho e talvez tenha sido "punido" com o empate. E o frango do Carini, o que dizer? Bom, tem moral com Luxemburgo e segue no time. E é bom ficar de olho no Ipatinga esse ano!

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

6 de fevereiro de 2010

Isso é incrível!

Gol de longe eu já vi antes. Pelé tentou sem sucesso, mas vários jogadores acertaram um chute estando próximo ao meio-de-campo (seja antes ou depois dele).

Só que nenhum desses se iguala à proeza de Masaad, do Al-Ahli, no jogo contra o Hajer, pela Copa do Príncipe da Árabia Saudita.



Um exemplo de força e qualidade, misturado com um pouco de sorte. E você notou a semelhança de Masaad com o volante Ramires, do Benfica-POR?

O resultado? Vitória do Al-Ahli por 3 a 2, que assim se classificou para às quartas-de-final da competição.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

5 de fevereiro de 2010

Palpites para a 3ª rodada

Tupi x Caldense, sábado, 17h, em Juiz de Fora.

O Galo Carijó deu trabalho ao Atlético na 2ª rodada e, jogando em casa, deve ficar com a vitória. Principalmente porque a Veterana, além de ter empatado os dois jogos até agora, ainda não marcou gols na competição.

Cruzeiro x Villa Nova, sábado, 17h, em Belo Horizonte.

A Raposa vai com o time misto. Diferentemente do que aconteceu contra o Ipatinga, o cansaço não é um problema agora. Mesmo com os reservas, dá Cruzeiro. E o Leão do Bonfim, de técnico novo (Flávio Lopes), vai de mal a pior a cada ano.

Uberlândia x Uberaba, domingo, 10h30, em Uberlândia.

O Verdão joga em casa, mas o retrospecto não ajuda - duas derrotas e nove gols sofridos. Vi os dois jogos e não gostei nada... O Zebu tem tudo para sair vitorioso e seguir na liderança do Estadual 2010, mas o empate não está descartado.

Ituiutaba x Democrata-GV, domingo, 10h30, em Ituiutaba.

Será um duelo equilibrado. Quando joga na Fazendinha, o Boa é sempre um adversário difícil. A Pantera vive um momento melhor na competição, mas ainda assim acredito no triunfo dos donos da casa. Igualdade no placar é possível, mas menos provável.

América-TO x América, domingo, 11h, em Teófilo Otoni.

O Dragão do Corcovado ainda não mostrou a que veio. Não está mal, mas também não é dos piores. Merece respeito. Só que o Coelho está com o time bem ajustado e tem tudo para vencer. Aposto no América da capital.

Atlético x Ipatinga, domingo, 17h, em Belo Horizonte.

O Galo terá as estréias de Zé Luís e Obina. E tem ainda Diego Tardelli. A cada rodada, a equipe se ajusta e fica melhor. O Tigre venceu (e não surpreendeu tanto assim) o Cruzeiro, e dará trabalho. Empate? Não. Fico com a vitória alvinegra.

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

3 de fevereiro de 2010

Sobre fair play e troféus...

O lance a seguir é um raro exemplo do verdadeiro fair play. Não é como aqueles chutões para fora, quando a jogada não ia dar em nada, mesmo.

Amin Motavassel Zadeh - do Moghavemat Sepasi, do Irã - tinha tudo para fazer o gol, mas chutou propositalmente para fora.



Eu achei uma atitude legal. E olha que o time dele perdeu o jogo por 2 a 1. Deve ser difícil para os torcedores aceitarem...

Se Zadeh recebesse um prêmio por isso, seria algo parecido com o troféu que será oferecido ao campeão da Copa da Rússia.

Troféu para o campeão da Copa da Rússia 2009/2010.

Essa belezura aí pesa 5 quilos (sendo 2,5 quilos de ouro branco). tem milhares de diamantes. Nem me arrisco a calcular o valor.

Se o troféu da Copa do Brasil fosse assim, tenho certeza que muito time estaria se esforçando mais para conquistá-lo...

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

A ida dos que não vieram...

Se o atacante Kléber voltou ao Cruzeiro sem ter ido embora, no Atlético a história é um pouco diferente...

Dois jogadores que mal tiveram a oportunidade de defender o Clube estão de malas prontas para deixar a Cidade do Galo.

Alessandro (E) e Marcelo Nicácio: poucas chances, poucos gols.

Alessandro chegou em janeiro do ano passado depois de um começo de ano tumultuado no Cruzeiro. Participou de 21 partidas em 2009, mas em apenas duas começou jogando.

Gols? Só três. Foi cogitado como reforço do Sport no início desta temporada, mas ficou por aqui. Fora dos planos, solicitou a rescisão contratual. Deixou o Clube na segunda-feira.

Contratado em 2007, Marcelo Nicácio foi logo emprestado ao CRB-AL. Em 2008 disputou 11 jogos com a camisa alvinegra (seis como titular) e marcou três gols.

Foi para o América-RN. Depois, em 2009, defendeu o Fortaleza. Campeão cearense e artilheiro com 13 gols, não impediu a queda do time para a Série C - mesmo com seus 17 gols.

Este ano participou da pré-temporada, mas está de saída de novo. Vai para o Figueirense. E volta (?) em 2011, pois tem contrato até dezembro do ano que vem.

Acredito que os atleticanos não sentirão saudades.

Luxemburgo tem à disposição agora Diego Tardelli, Muriqui, Obina, Marques e Pedro Paulo. O último precisa se firmar. No geral, são todos bons nomes.

Só acho que o time ainda precisa de um atacante - não pela falta de um, mas para fazer sombra aos que aqui estão (e, por que não, de repente tomar o lugar de um deles?).

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.

1 de fevereiro de 2010

Charge Duke

A volta de quem não foi...

Kléber foi para Portugal, mas só a passeio. Foto: Divulgação/Vipcomm

A boa notícia veio através do Twitter do empresário de Kléber, Pepe Dioguardi: o jogador permanece no Cruzeiro!

Quem não se utiliza dessa ferramenta ficou sabendo em primeira mão no programa Meio-de-Campo deste domingo, 31 de janeiro...

As negociações com o Porto, de Portugal, não evoluíram. Detalhes como o tempo de contrato e o valor do salário não atenderam às exigências do Gladiador.

Assim, o atacante segue na Toca da Raposa II - pelo menos até o a próxima janela de transferências internacionais.

O Cruzeiro pode estar perdendo o dinheiro da venda, mas por outro lado ganha em manter um grande jogador no elenco.

A torcida já estava de bronca - e com razão! Resta saber se Zezé Perrella está mais satisfeito com a permanência de Kléber ou mais decepcionado por não ter concretizado o negócio...

Fábio Pinel é apresentador do programa Meio-de-Campo e está no Twitter.